logotipo Melhor do Vôlei
Nacional

Autor Júnior Barbosa Data 03/04/2022 09:30

Após eliminação, Osasco São Cristóvão Saúde enaltece torcida

Capa da notícia - Após eliminação, Osasco São Cristóvão Saúde enaltece torcida
Torcida lotou o ginásio. (Foto: Carol Oliveira)
 Osasco São Cristóvão Saúde terminou sua participação na temporada 21/22 da Superliga 1XBET. A equipe do técnico Luizomar lutou até o final por uma vaga na semifinal, mas acabou superada pelo Sesc RJ Flamengo no terceiro jogo das quartas de final. Na noite desta sexta-feira (1), no ginásio José Liberatti, as cariocas marcaram 3 sets a 1, parciais de 28/26, 25/18, 13/25 e 25/20 em 2h03min, e avançam para enfrentar o Dentil Praia Clube na luta por um lugar na final, a partir de 22 de abril. Na outra chave, o Itambé Minas pega o Sesi Bauru.
 
Apesar da tristeza pelo resultado, as atletas de Osasco fizeram questão de enaltecer os torcedores osasquenses. “Essa torcida é incrível. Nos apoiou em todos os momentos e jogou junto com a gente. Queríamos muito ter vencido e chegar à semifinais, por nós e por eles. Particularmente, só tenho a agradecer a todos, que me abraçaram de uma forma que nem eu esperava”, disse a ponteira Michelle.
 
A líbero Camila Brait seguiu a mesma linha. “Nesse momento, a tristeza é enorme. Queríamos muito dar essa alegria para a nossa maravilhosa torcida. Mas não deu. Temos que reconhecer a qualidade do adversário, que soube aproveitar melhor as oportunidades. Agora é seguir em frente”, afirmou a capitã osasquense.
 
O jogo – Osasco e Sesc fizeram um primeiro set eletrizante. Após descontar uma desvantagem que chegou a ser de seis pontos, as osasquense chegaram ao empate no 14/14 e 16/16, com Michelle. Carla explorando o bloqueio, marcou no 21/21 e Tifanny deixou tudo igual novamente no 24/24. As comandadas de Luizomar ainda salvaram mais três set points, mas acabaram superadas por 26/28.
 
O técnico Luizomar parou o jogo logo no início do segundo set, quando o Sesc fez 6/2. O treinador voltou a pedir tempo no 5/12. Apesar dos esforços do treinador, sua equipe encontrava dificuldades em quadra. Mas não desistiu. Fabiana bloqueou no 11/19. A central, desta vez na china, atacou no 16/22. O resultado final foi nova vitória das adversárias, que fecharam em 25/18.
 
Osasco voltou melhor no terceiro set. Michelle, com um ace, fez 11/7. O ginásio veio abaixo quando Tifanny atacou do fundo de quadra para levar a vantagem osasquense para sete pontos (15/8). A oposta levou o placar a 20/11, em uma bola de xeque. Empurrada pelo grito das arquibancadas, o time de Osasco dominou a parcial. O set point foi de Tifanny (24/13). O ponto da vitória, por 25/13, veio com um erro das cariocas.
 
O Sesc Flamengo fez 10/5 no início do quarto set. Luizomar pediu tempo no 8/14. Na base da raça, Rachael Adams subiu no bloqueio para diminuir a vantagem das adversárias: 12/15. Na sequência, as adversárias voltaram a abrir e marcaram 20/14. Tifanny atacou para fazer 17/20 e a torcida, uma vez mais, fez sua parte, “colocando fogo na arquibancada”. Mas, apesar da luta em quadra e da torcida no Liberatti lotado, a vitória ficou com o time do Rio, que fechou em 25/20.
 
Jogaram e marcaram para o Osasco São Cristóvão Saúde: Fabíola (2), Tifanny (26), Rachael Adams (14), Fabiana (13), Michelle (8), Carla (8) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar de Moura. Entraram: Kenya, Ceren, Keyla (1).
 
Jogaram e marcaram para o Sesc RJ Flamengo: Giovana (2), Peña (20), Monique (6), Juciely (14), Milka (11), Maira (15) e a líbero Natinha. Técnico: Bernardinho. Entraram: Sabrina (1), Juma, Marcelle (1).

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro