logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 16/02/2021 21:13

Com grande atuação, Itambé/Minas vence Curitiba Vôlei

Thaisa no ataque. (
Foto: Orlando Bento/MTC)


Não teve folia em Belo Horizonte, mas o Itambé/Minas sambou em quadra. Na noite dessa terça-feira, o time mineiro não tomou conhecimento do Curitiba Vôlei e, em sets diretos, fez um verdadeiro carnaval na Arena Minas Tênis Clube. Com parciais de 25/14, 25/21 e 25/17, a equipe do técnico Nicola Negro somou a 15ª vitória seguida na temporada e a 17ª em 18 jogos na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21. A partida, adiada da terceira rodada do returno, devido a casos de Covid-19 na equipe paranaense, teve a ponteira Pri Daroit eleita a melhor em quadra e, por isso, ela levou o Troféu Viva Vôlei. Além disso, Daroit somou 12 pontos no triunfo minastenista.

A central Thaisa foi a maior pontuadora do jogo, com 13 acertos, sendo nove de bloqueio. A oposta Danielle Cuttino, pelo terceiro jogo seguido, esteve entre as principais pontuadoras, com 12 pontos, dez deles de ataque. A ponteira Kasiely também foi fundamental na vitória, com 11 pontos (nove de ataque).

Sem poder contar com a central e capitã Carol Gattaz, que testou positivo para Covid-19 e está isolada, o técnico Nicola Negro optou por uma formação alternativa, com Lara Nobre, no lugar da capitã, e Kasiely, no lugar de Megan, que foi poupada. E, mesmo com a formação diferente dos jogos anteriores, nada mudou. O time se manteve forte, dominou o adversário de ponta a ponta e somou mais três pontos na tabela de classificação, se mantendo, de forma isolada, na liderança da Superliga Feminina, com 51 pontos. Em segundo lugar aparece o Dentil/Praia Clube, que tem 43 pontos, seguido pelo Osasco São Cristóvão Saúde, com 41 pontos.

Ainda nesta semana, o Itambé/Minas fará mais um jogo em casa. Na sexta-feira (19/2), o desafiante da vez será o São José dos Pinhais/AIEL. O adversário é o 10º colocado, com 13 pontos, e sonha com uma classificação para os play-offs da competição. A partida será às 19h e será transmitida pelo Canal Vôlei Brasil.

Após a partida, Pri Daroit, eleita a melhor em quadra, falou sobre mais uma vitória na Superliga. “A gente esperava um jogo difícil. O Curitiba é um time bom, com atletas de excelente qualidade técnica, mas a nossa equipe entrou em quadra focada para alcançar o objetivo, que era conquistar os três pontos. Felizmente conseguimos impor o nosso jogo, dominamos as ações delas e conquistamos esta importante vitória”, comentou a ponteira minastenista.

O jogo
O Itambé/Minas começou o jogo atropelando o Curitiba Vôlei. Logo de cara e com boa passagem de Macrís pelo saque, as minastenistas abriram 5 a 0, sem deixar a equipe paranaense respirar, o que obrigou o treinador adversário a pedir o primeiro tempo técnico. Thaisa, mais uma vez, fechou o bloqueio minastenista, ao lado de Lara Nobre, e também foi consistente no ataque do Itambé/Minas, que fechou o primeiro set com tranquilidade: 25/14.

O segundo set começou um pouco mais equilibrado e o Curitiba chegou a liderar o placar, pela primeira vez no jogo: 3/2 e 4/3. Mas ficou apenas nisso. Logo em seguida, o Itambé/Minas voltou a dominar a parcial. Com grande atuação coletiva e muita força no setor ofensivo, o time mineiro se manteve à frente até a reta final, quando o Curitiba Vôlei ameaçou uma reação, que poderia ter complicado o jogo para o Itambé/Minas, se não fossem os vários erros de recepção cometidos pela defesa paranaense. Assim, as donas da casa fizeram 2 sets a 0: 25/21.

No último set, o Itambé/Minas mostrou a sua superioridade e porque está à frente na Superliga. Com muita consistência e bom volume de jogo, o time se manteve na liderança do placar do início ao fim. Por outro lado, as tentativas do Curitiba Vôlei não surtiram efeito e, desta forma, o Itambé/Minas conquistou a 15ª vitória seguida, ao fazer 25/17.

Ficha técnica
Itambé/Minas: Macrís, Danielle Cuttino, Pri Daroit, Kasiely, Lara, Thaisa e Léia (líbero). Entraram: Camila, Pri Heldes, Luiza e Luanna. Técnico: Nicola Negro.

Curitiba Vôlei: Bruninha, Mari Aquino, Pietra, Milena, Lays, Ivna e Jú Perdigão (líbero). Entraram: Daniela, Júlia Fahel e Júlia Lawrenz. Técnico: Pedro Casteli.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro