logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 06/10/2020 21:53

Em prévia da semifinal, Osasco vence São Paulo/Barueri

Tainara e Tandara vibram. (
Foto: Bernardo Duca/TKS)

Osasco São Cristóvão Saúde derrotou o São Paulo/Barueri e garantiu a vice-liderança do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei 2020. Na noite desta terça-feira (6), no ginásio José Correa, a equipe de Tandara, Camila Brait, Jaque, Tainara, Bia, Roberta, Mayany e cia. conquistou a vitória por 3 a 1, parciais de 25/20, 25/19, 21/25 e 25/13, em 1h51min. O confronto valeu como uma prévia da semifinal do estadual. Isso porque os dois times voltam a se enfrentar por um lugar na decisão do título neste sábado (10), às 19h, novamente em Barueri. O segundo confronto será na terça-feira (13), no José Liberatti.

Tandara foi a maior pontuadora da partida, com 26 acertos, mas quem levou o título de melhor em quadra foi Camila Brait. A líbero recebeu 32% dos votos na eleição promovida nas redes sociais do Osasco São Cristóvão Saúde. “Fico feliz com o reconhecimento e, mais ainda, pela nossa vitória. Agora é manter o foco porque temos uma série semifinal contra elas que promete ser dura”, afirmou Camila Brait.

Gabi Cândido também comentou a partida. “Começamos os dois primeiros sets muito bem, impondo o nosso jogo. No terceiro, acredito que por ansiedade de terminar logo, vacilamos no começo e não deu para recuperar. Mas no quarto set, retomamos nosso ritmo. Sabíamos da responsabilidade dessa partida, de vencer e poder decidir a vaga para a final em casa. E sabemos da responsabilidade que teremos na série semifinal contra o São Paulo, que é um time muito bom”, avaliou a ponteira, que marcou dez pontos.

O jogo – Com Gabi Candido e Camila Paracatu nos lugares de Jaque e Bia (poupadas em função de dores musculares), Osasco encaixou o saque e acertou o bloqueio. Com Tandara atacando da saída, abriu nove pontos (13/4). Quando a vantagem bateu nos dez pontos (16/6), Barueri pediu tempo. A equipe comandada pelo técnico Luizomar seguiu na frente. E apesar de alguns erros na reta final, Tandara garantiu o match point (24/19) e Tainara fechou em 25/20.

O segundo set começou com Osasco mantendo o domínio. Abriu logo 6/0 mantendo a pressão no saque e no bloqueio. Mayany armou o paredão no 14/6. Tandara enfiou a mão para garantir o 20/14 A oposta, que havia sido a maior pontuadora da parcial inicial, com oito acertos, repetiu a dose e fez mais sete. Taianara e Mayany contribuíram com mais quatro cada e a equipe osasquense fechou em 25/19 para abrir 2 sets a 0.

Diferentemente dos dois primeiros sets, Osasco jogou atrás na terceira parcial. Com maior número de erros, as comandadas de Luizomar tiveram que remar. Com dois pontos de Tandara – um bloqueio e um ataque – o time encostou no 18/20 depois de ter ficado seis pontos atrás no placar. Mas as donas da casa conseguiram manter a ponta e conseguiram fechar em 25/21.

Tainara atacou três bolas seguidas para marcar três pontos, empatar e virar o terceiro set em 10/9. Paracatu seguiu com a boa sequência de saques e, com um ace, fez 11/9, abrindo caminho para que Osasco ampliasse a vantagem. Com Camila Brait garantindo o passe e grandes defesas, as comandadas de Luizomar encaminharam o 3 a 1. Com um ataque colocado de Gabi Cândido, o placar chegou a 20/12. Foi quando Jaque entrou para sacar e encaixar um ace (21/12). A vitória veio com Gabi Cândido por 25/13.

Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (3), Tandara (26), Gabi Cândido (10), Tainara (15), Mayany (11), Paracatu (7) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Naiane, Jaque (1).

São Paulo/Barueri: Jacke, Diana (4), Maira (6), Kisy (3), Lorena (2), Karina (8) e a líbero Nyeme. Técnico: José Roberto Guimarães. Entaram: Lorrayna (19), Kenya (7), Dabiela (1).

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro