logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 04/11/2020 14:00

Minas Náutico inicia disputa da Superliga C


Foto: Divulgação/MTC


Uma equipe formada por jovens jogadoras que fazem parte do Projeto de Formação e Desenvolvimento de Atletas. Assim será a equipe do Minas Náutico, que entra forte na disputa da Superliga C Feminina, na tentativa de conquistar a vaga, para 2021, na Superliga B. A competição nacional adulta é organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e será disputada a partir desta quarta-feira até o próximo domingo (4 a 8/11), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) e na Arena MTC.

A disputa será entre sete equipes, distribuídas em dois grupos, e o campeão garante acesso à segunda divisão da principal competição do calendário brasileiro. O Minas Náutico está no grupo B e estreia nesta quarta, às 16h, contra o Taubaté.

Além do Minas e da equipe paulista, estão no Grupo B o CRES Varginha/Voleibol do Futuro e o Vôlei Marechal, do Paraná. Na chave A estão Sada e Instituto Mais Ação, de Minas Gerais, e AVG/PMG, de São Paulo.

Pela fórmula de disputa, os dos times mais bem colocados de cada grupo avançam para a disputa da semifinal, que será realizada na Arena Minas Tênis Clube, no dia 7/11. As equipes classificadas nas semifinais disputam o título e o acesso no dia 8 (domingo), no ginásio do Riacho, às 11h.

O técnico da equipe Minas Náutico, Marcello Bencardino, explica que o time minastenista é composto por atletas bem jovens, com idade entre 14 e 20 anos. Para ele, que também é o técnico principal da base do Minas, essa Superliga C, competição com vários times adultos, vai proporcionar um aprendizado muito grande para as jovens atletas em formação no Minas. “O nosso grupo está muito motivado, formado apenas por atletas Infantojuvenis e Juvenis. Como formadores de atletas, temos uma excelente oportunidade de crescimento e amadurecimento para essas jovens atletas e para que elas possam se aproximar de uma equipe Adulta. Vamos colocar em quadra atletas jovens, com potencial de crescimento e que estão em desenvolvimento. Essa é a proposta inicial e, logicamente, vamos entrar em quadra para fazer o nosso melhor”, comenta Marcello.

O treinador comenta, ainda, que a preparação para a competição foi acelerada devido à pandemia. “Ficamos seis meses parados, com treinos físicos on-line. Depois que nos reapresentamos, tivemos 31 treinos presenciais. Aproveitamos o máximo para compensar essa parada longa e deixar as meninas em forma. Felizmente não tivemos nenhuma lesão e vamos com tudo para a disputa. As expectativas são as melhores possíveis, se vamos ganhar, não sei, mas espero que a gente consiga fazer uma boa competição”, finaliza Bencardino.

A equipe minastenista será representada pelas ponteiras Ana Flávia Cambraia, Luiza Vicente, Liandra Vieira, Maria Eduarda, Sabrina Vitoria, Giovana Matos e Monique Helena; pelas centrais Emilly Nunes, Júlia Kudiess, Alexia Fernandes, Rebeca Camille e Ana Vitória; pelas levantadoras Luanna Emiliano, Fernanda Sagrillo e Eduarda Costa; pelas opostas Jaqueline Schimitz e Camila Mesquita; e pelas líberos Nathally Rodrigues e Izabella Rabelo.

Tabela Superliga Feminina C 2020
1ª Rodada (4/11) - Ginásio do Riacho
14h - CRES Varginha/Voleibol do Futuro (MG) x Vôlei Marechal (PR) Jogo 1
16h - Minas Náutico (MG) x Taubaté (SP) - Jogo 2
18h - Instituto Mais Ação (MG) x AVG/PMG (SP) - Jogo 3

2ª Rodada (5/11) - Ginásio do Riacho
14h - Vôlei Marechal (PR) x Taubaté (SP) - Jogo 4
16h - Minas Náutico (MG) x CRES Varginha/Voleibol do Futuro (MG) - Jogo 5
18h – Sada (MG) x AVG/PMG (SP) - Jogo 6

3ª Rodada (6/11) - Ginásio do Riacho
14h - Vôlei Marechal (PR) x Minas Náutico (MG)- Jogo 7
16h - Taubaté (SP) x CRES Varginha/Voleibol do Futuro (MG) - Jogo 8
18h - Sada (MG) x Instituto Mais Ação (MG) - Jogo 9

Semifinal (7/11) – Arena MTC
14h - 1° do Grupo B x 2° do Grupo A - Jogo 10
16h - 1° do Grupo A x 2° do Grupo B - Jogo 11

Final (8/11) - Ginásio do Riacho
11h - Vencedor do jogo 10 x Vencedor do jogo 11

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro