logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 06/03/2020 21:27

No tie-break, Dentil/Praia Clube vence Sesi Vôlei Bauru

Time de Uberlândia chegou aos 59 na tabela. (
Foto: Priscila Nobrega)


O Ginásio Panela de Pressão contou com boa presença dos torcedores, que viram um ótimo início do Sesi Vôlei Bauru. Mostrando poder de reação, o Dentil/Praia Clube cresceu e conseguiu superar a reação das adversárias para vencer o jogo por  3 a 2 (21/25, 25/13, 25/15, 19/25 e 15/13) para seguir na liderança da Superliga Banco do Brasil, em jogo que aconteceu na noite desta sexta-feira (6). Ainda hoje, o Sesc RJ recebe o embalado Itambé/Minas, a partir das 21h30, com transmissão do Sportv 2.

O confronto foi válido pela oitava rodada do returno, adiado por conta da participação do time de Uberlândia no Sul-Americano. A última rodada acontecerá na próxima terça-feira (10), com o Praia Clube encarando mais um clássico diante do Itambé/Minas, em Belo Horizonte. Já as paulistas jogam fora de casa contra o rebaixado São Cristóvão Saúde/São Caetano.

Pelo time praiano, a dominicana Brayelin Martinez foi responsável por 26 pontos e foi seguida por Fernada Garay, eleita a melhor do jogo, com 18. Garay, em um gesto de reconhecimento, entregou o VivaVôlei para a dominicana. Novamente, a central Carol apareceu bom boa presença, com 13 pontos (5 em bloqueios).  Do clube paulista, Polina Rahimova pontuou 23 vezes e Tifanny veio na sequência, 12.

Agora, o Praia Clube foi aos 58 pontos e segue no topo, enquanto o Sesi Vôlei Bauru chegou aos 40 e manteve-se em quarto.

O jogo

No primeiro set, o Sesi Vôlei Bauru conseguiu abrir uma boa vantagem, principalmente com três pontos de saque seguidos de Polina Rahimova. A azeri também fez pontos decisivos, enquanto a central Valquíria foi responsável por boa presença no bloqueio. O Praia Clube ainda tentou reagir, mas apresentou muita dificuldade na virada de bola por conta dos erros no passe. No final, Adenizia pontou em bola rápida para fazer 25 a 21 (1 a 0).

Disposto a reagir, o time mineiro voltou para o segundo set com Martinez na saída e Fawcett no banco, além de Pri Daroit na ponta. A estratégia de Paulo Coco deu certo, com a dominicana crescendo na definição. Rapidamente, o Praia abriu 5 a 14, obrigando Anderson Rodrigues a fazer a inversão com Naiane e Glayce, mas as visitantes seguiram na reação (6 a 17). Com muitas mudanças, o time de Bauru veio forte no bloqueio com Mayhara, chamada do lugar de Adenizia. A central conseguiu bloquear Fawcett, que havia retornado na inversão com Ananda (12 a 20). A folga no placar, no entanto, facilitou o empate com 13 a 25 (1 a 1), em um bloqueio de Garay.

O terceiro set também começou com as visitantes melhores. Anderson precisou parar a partida quando Garay virou mais um ataque (4 a 8), além de uma ótima sequência de saques de Daroit. Mesmo com apoio da torcida, o Sesi viu as mineiras seguirem mais eficientes em todos os fundamentos. Com Wal no saque, o Praia ampliou em 6 a 14. Com novas mudanças, Sarah Wilhite voltou depois de ter sido substituída e Naiane entrou em troca simples com Dani Lins. Para não correr riscos, Paulo Coco parou o jogo quando Martinez errou uma levantada de bola por dois toques (13 a 22). Na volta, o Praia conseguiu a virada parcial com 15 a 25 (1 a 2), novamente com Garay.

Mantida como titular, Naiane começou o quarto set com um ponto de saque e voltou a acionar mais vezes Rahimova. De cara, as equipes foram trocando pontos (3 a 3), mas as paulistas abriram com um bloqueio de Mayhara (6 a 3). A central ainda bloqueou Martinez para seguir a vantagem (7 a 3). Depois de outro ponto de Rahimova, Paulo Coco parou (10 a 7). Quanto o Praia chegava, a azeri descontava do outro lado com ataques indefensáveis e jogadas de categoria da norte-americana Wilhite (14 a 10). Acionada para o saque, Fran teve boa participação e ajudou o Praia a encostar (16 a 14), mas Tássia garantiu bom volume de jogo para Rahimova seguir pontuando e Tifanny surpreendeu com dois ataques (19 a 15) para o Praia queimar o segundo pedido de tempo. As mineiras seguiram tentando, mas o Sesi forçou o tie-break 25 a 19 (2 a 2), após erro do outro lado.

Diferente do set anterior, Naiane errou um saque e Martinez chamou o ataque para o Praia abrir (0 a 3). Wilhite descontou, mas Rahimova sacou para fora (3 a 6). Para compensar, Tifanny pontuou seguidas vezes e tudo ficou igual (6 a 6). O equilíbrio seguiu com as equipes trocando pontos, com Martinez de um lado e Tifanny do outro (9 a 9). E o Praia desafogou com Carol. A central atacou no meio de rede e acertou no saque em seguida (9 a 11), fazendo com que Anderson parasse para o time de Bauru. E veio novo empate, mas a dominicana pontuou de novo. Explorando o bloqueio, Rahimova fez 12 a 12. Depois de outro ponto de Martinez, Wilhite foi parada no bloqueio triplo, resultando no match point (12 a 14). No momento de definição, o Sesi parou o jogo, mas as paulistas erraram uma combinação de jogada. Com o desafio, foi comprovado que Garay encostou na rede e o jogo seguiu (13 a 14). Desta vez, Paulo Coco pediu tempo e Martinez voltou do fundo para fechar o confronto em 13 a 15 (2 a 3).

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro