logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 02/02/2021 08:49

Osasco em busca do tetracampeonato da Copa Brasil

Recuperada da Covid-19, Jaqueline está de volta. (
Foto: João Pires/Fotojump)


Tricampeão da Copa Brasil, Osasco São Cristóvão Saúde inicia a luta pelo tetra nesta terça-feira (2), às 19h, no ginásio José Liberatti, contra o Curitiba Vôlei (o Canal Vôlei Brasil transmite a partida). Será a primeira partida da equipe osasquense após o surto de Covid-19 que atacou atletas e comissão técnica, obrigando o adiamento de duas rodadas da Superliga.

Além do adversário, que faz boa campanha na Superliga (sétimo colocado, com cinco vitórias e oito derrotas), o desafio das osasquenses vai ser recuperar o ritmo de jogo. Isso porque, nove atletas precisaram cumprir o período de quarentena, entre elas, Camila Brait, Jaque, Gabi Cândico e Mayany. “Superamos essa doença tão terrível e vamos superar em quadra para vencer a partida e garantir uma vaga na semifinal da Copa Brasil”, afirma Jaque.

Se passar pelo Curitiba, Osasco vai encarar o Dentil Praia Clube na semifinal marcada para sexta-feira (5), Centro de Desenvolvimento de Voleibol da CBV, em Saquarema, no Rio de Janeiro. A partida que definirá o outro finalista será entre Itambé Minas e Sesi Bauru. Campeãs nos anos de 2008, 2014 e 2018, as osasquenses reconhecem o nível dos adversários na luta pelo tetra, mas confiam na força do trabalho e união do grupo. “Trabalho e vontade nunca irão faltar”, garante Camila Brait.

O retrospecto entre Osasco São Cristóvão Saúde e Curitiba Vôlei é amplamente favorável às paulistas na temporada 2020/21. Tanto no primeiro como no segundo turno, Tandara, Camila Brait, Roberta, Jaque e cia. venceram com o placar de 3 sets a 1. “Mas que ninguém se engane, pois não esperamos jogo fácil na Copa do Brasil. Curitiba tem um bom time e vem bem na Superliga. Do nosso lado, é dar o máximo, jogar bem técnica e taticamente para superar toda as dificuldades”, complementa Tandara.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro