logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 17/11/2020 21:36

Osasco leva a melhor diante do São Paulo/Barueri

Roberta foi eleita a melhor do jogo. (
Foto: Divulgação)


Com o placar de 3 a 0, Osasco São Cristóvão Saúde bateu o São Paulo Barueri e segue invicto na temporada 2020/21 da Superliga Banco do Brasil. A equipe do técnico Luizomar chegou à terceira vitória consecutiva na noite desta terça-feira (17), no ginásio José Correia, em Barueri, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/21, em 1h32min. O próximo desafio de Camila Brait, Tandara, Jaque, Mayany, Tainara, Bia, Roberta e cia. será nesta sexta-feira (20), contra São José dos Pinhais/AIEL, no Paraná.

Com Jaque e Bia de volta ao time, ambas recuperadas de lesão, Osasco fez um jogo consistente e de paciência, como ressaltou Roberta. “Sabíamos que seria uma partida em que precisaríamos manter a concentração, pois o time de Barueri tem muito volume. E conseguimos. Ainda precisamos evoluir, mas mostramos uma atuação de conjunto. Não nos afobamos e nos momentos decisivos dos sets, tivemos a paciência para não forçar as jogadas, virar as bolas e vencer”, analisou a levantadora Roberta, que ganhou o troféu VivaVôlei.

As maiores pontuadoras da partida foram Tainara e Mayany, com 13 acertos cada uma. A ponteira foi eleita a melhor em quadra pela torcida de Osasco nas redes sociais. “Fico muito feliz em ajudar a equipe e receber esse reconhecimento do torcedor como MVP da partida. O importante é a vitória do time e que seguimos invictas na Superliga”, complementou Tainara, lembrando que a partida reeditou a semifinal do Campeonato Paulista, no qual Osasco venceu e arrancou para o título de 2020.

O jogo – Osasco venceu o primeiro set com três pontos na frente. Até chegar no 25/22, com uma bola de xeque de Mayany, as comandadas de Luizomar tiverem que jogar uma primeira parcial equilibrada. Após alternância na ponta do placar, Tandara, no bloqueio, fez 16/13. Na sequência, Barueri empatou no 17/17. De novo Tandara, desta vez fazendo um contorcionismo para desviar de uma boa fora, garantiu o 21/20. O marcador ainda teve nova igualdade (22/22) até um ataque rápido e Mayany e um ace de Tainara encaminharem a vitória (24/22), que veio na sequência.

Osasco manteve uma vantagem média de três a quatro pontos no segundo set. Jaque fez 13/9 e 15/12, mas o São Paulo conseguiu o empate no 15/15. Com um bloqueio duplo, Roberta e Bia fizeram 18/16. Tainara trocou a força pelo jeito para colocar a equipe osasquense novamente três pontos na frente (20/17). Com um paredão duplo e seguido, Mayany e Tainara marcaram no 21/18 e 22/18. Tandara fez o set point da saída da rede e a vitória, por 25/20, veio com um erro de ataque das adversárias.

Com Roberta seguindo com eficiência e precisão nas escolhas ofensivas, Osasco abriu 14/10 no terceiro set. Jaque ampliou a vantagem no 17/12. Camila Brait garantiu a segurança no fundo de quadra tanto no passe como nas defesas e ajudou a manter o equilíbrio da equipe, mesmo quando o São Paulo encostou no 19/18. Tainara, com uma pancada na entrada, fez 20/19. Na sequência, Mayane, no paredão, marcou no 21/19. O set point veio com Jaque, em uma bola de xeque (24/20) e encaminhou a vitória por 25/21 na parcial e 3 sets a 0 na partida.

Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (2), Tandara (8), Jaque (11), Tainara (13), Mayany (13), Bia (6) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Kika.

São Paulo/Barueri: Diana (5), Maira (6), Lorrayna (11), Lorena (), Karina (12), Kenya (1) e a líbero Nyeme. Técnico: José Roberto Guimarães. Entraram: Kisy (3), Jheovana, Jackie, Dani Terra, Daniela (2), Glayce (1).

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro