logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 16/12/2020 07:34

Sesc RJ Flamengo comemora "vitória suada"


Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV


Foi suada a vitória do Sesc RJ Flamengo diante do Curitiba Vôlei na noite desta terça-feira (15.12). Com dois sets irreconhecíveis, onde cedeu muitos pontos em erros para o adversário, o time comandado pelo técnico Bernardinho conseguiu se recuperar e superar as donas da casa no tie break: 3 sets a 2 (17/25, 25/16, 22/25, 25/21 e 15/6), em mais de duas horas de jogo. Com o resultado, a equipe rubro-negra voltou ao quinto lugar na tabela de classificação da Superliga Banco do Brasil de vôlei feminina, com 14 pontos e ainda três jogos adiados a serem realizados.

Eleita a melhor jogadora em quadra, a meio de rede Valquiria foi fundamental para o triunfo do Sesc RJ Flamengo. Com sete pontos de bloqueio, quatro no quarto set e dois no tie break, ela garantiu a retomada do ânimo da equipe carioca no jogo. E parabenizou suas companheiras.

“Foi um jogo bem difícil, estressante. O Curitiba Vôlei está de parabéns, pois criaram muita dificuldade para nosso time. Começamos com um ritmo morno, errando demais. E com aquela quantidade de erro fica difícil de jogar. Estou orgulhosa da nossa equipe. Buscamos o jogo e mesmo com dificuldade conseguimos reverter o placar e ganhar por 3 a 2, até com certa facilidade no tie break”, analisou Valquiria.

A central do Sesc RJ Flamengo se referiu ao início de jogo muito abaixo de sua equipe. No primeiro set da partida, foram nove pontos cedidos em erros para o Curitiba Vôlei. Com isso, Bernardinho lançou Fabíola e Lorenne de volta ao time na segunda parcial, sacando Juma e Gabiru, e voltando Ana Cristina, que havia começado o jogo como oposta, para a ponta. As duas estavam se recuperando, a primeira do período afastada por COVID-19 e a outra por um estiramento na panturrilha.

Depois de uma boa vitória no segundo set, com autoridade, novamente os erros prejudicaram muito o Sesc RJ Flamengo no terceiro. Foram sete pontos dados de graça ao adversário. No quarto set, com um melhor volume de jogo e com um bloqueio eficiente, veio a vitória e o crescimento. Caminho pavimentado para um tie break sem defeitos.

Para o próximo compromisso, uma pedreira diante do Dentil Praia Clube, na terça (22.12), na Gávea, e para as partidas seguintes, a central espera que o Sesc RJ Flamengo consiga mostrar evolução e um jogo mais consistente.

“É um passo de cada vez mesmo. Realmente precisamos ajustar muita coisa, pegar ritmo e botar todas as jogadoras em condições. A Superliga é muito longa e vamos precisar de todo mundo. Temos muito trabalho, e um trabalho duro pela frente. Repito que estou muito feliz pelo nosso time, pela nossa vitória hoje. Aos pouquinhos vamos construindo os alicerces para encarar bem tudo o que virá pela frente”, afirmou Valquíria.

Outro destaque do Sesc RJ Flamengo nesta terça, a oposto Lorenne voltou efetivamente a jogar. Ela, que já havia entrado em quadra na última rodada, mas sem acumular muitos minutos, foi a maior pontuadora do time carioca, com 18 acertos, mesmo tendo entrado a partir da segunda parcial apenas. E não vê a hora de conseguir ajudar ainda mais suas companheiras.

“É muito bom estar de volta. Não foi um bom jogo para o nosso time, oscilamos demais, cometemos muitos erros, mas graças a Deus o nosso esforço coletivo se sobressaiu e conseguimos a vitória. A gente sabia que seria um jogo muito difícil, Curitiba é um time que joga com muita confiança, volume de jogo, e mostraram isso hoje mais uma vez. Agora é rever os erros, continuar em busca de consistência, de ter uma atuação mais regular para conseguirmos crescer”, disse Lorenne.

O Sesc RJ Flamengo retorna para o Rio de Janeiro nesta quarta-feira. O confronto que o time de Bernardinho teria na sexta-feira (18.12), diante de São José dos Pinhais, também no Paraná, foi adiado para o dia 8 de janeiro, em virtude de um surto de COVID-19 na equipe paranaense.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro