logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 03/02/2021 07:32

Sonaly comemora retorno às quadras

Ponteira passou os últimos meses se recuperando de uma cirurgia. (
Foto: Divulgação)


Osasco São Cristóvão Saúde está na semifinal da Copa Brasil 2021. Na noite desta terça-feira (2), que marcou a estreia da ponteira Sonaly, venceu o Curitiba Vôlei por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/22 e 25/16, em 1h32min, no ginásio José Liberatti. Agora, vai decidir uma vaga na final contra o Dentil Praia Clube na sexta-feira (5), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol da CBV, em Saquarema, no Rio de Janeiro.

As quartas-de-final da Copa Brasil marcaram a volta da equipe osasquense após o surto de Covid-19 que atacou atletas e comissão técnica, obrigando o adiamento de duas rodadas da Superliga. Não por acaso, a vitória foi dedicada ao técnico Luizomar, que está internado, em observação, após sentir leve falta de ar no final de semana. “Todo o time se uniu e se superou para garantir essa classificação para o Luizomar”, afirmou o auxiliar Jefferson Arosti, que comandou a equipe nesta terça (Spencer Lee também está afastado por Covid-19).

“Estou muito feliz em voltar a jogar após um ano fora. Entrar como titular nesta partida foi meio que supetão em função dos casos de Covid. O time já estava encaixadinho e eu imaginava ficar à disposição para entrar como um coringa, mas dei o meu melhor para ajudar o time. Não é fácil substituir a Jaque e a Gabi, que estão em grande fase, mas cada uma de nós sabe suas funções e deu tudo certo”, disse a ponteira, eleita a MVP da partida em votação nas redes sociais do clube logo na estreia. Ela não disputava uma partida oficial desde a fase de classificação da Superliga da temporada passada, quando rompeu os ligamentos do joelho.

O jogo – Osasco São Cristóvão Saúde mandou no primeiro set. Sonaly, a estreante da noite, atacou para fazer 10/6. Na sequência, ela foi para o saque e só deixou a linha de serviço quando o placar estava 16/6. Tandara, marcou dois pontos seguidos para fazer 23/13. E Bia, com um bloqueio e uma bola de china, fechou o placar em 25/15.

O segundo set não foi tão tranquilo para as osasquenses. Tanto que o Curitiba conseguiu chegar ao empate no 16/16 e virou no 18/17. Bia, em mais um bloqueio, garantiu nova igualdade no placar: 19/19. Tainara, na base do paredão, recolocou Osasco na frente (21/20). Um duplo montado por Bia e Roberta garantiu o 22/20. Tainara, após duas tentativas, colocou a bola no chão no 23/21. E foi dela, explorando o bloqueio, o set point (24/22). A vitória por 25/22 veio no erro do adversário, após bom saque de Roberta.

Roberta, de segunda, fez 5/0 no início do terceiro set. Com um ace, Tainara garantiu uma vantagem de sete pontos (10/3). Mayany, também no saque, fez 14/4. Quando o Curitiba diminuiu a vantagem osasquense para cinco pontos (18/13), Arosti pediu tempo. As orientações surtiram efeito e, após dois ataques de Tandara, o placar foi para 21/15. O paredão duplo de Tandara e Bia garantiu o match point (24/15). A vitória veio com um erro de saque das curitibanas: 25/16.

Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (4), Tandara (17), Sonaly (6), Tainara (12), Mayany (7), Bia (16) e a líbero Camila Brait. Técnico: Jefferson Arosti. Entraram: Kika.

Curitiba Vôlei: Bruna Costa (5), Ivna (12), Pietra (7), Milena (10), Lays (6), Valeskinka (3) e a líbero Juju Perdigão. Técnico: Pedro Moska. Entraram: Sassá.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro