logotipo Melhor do Vôlei
Nacional

Autor Júnior Barbosa Data 10/11/2021 07:48

Superliga: Osasco lamenta derrota em casa

Capa da notícia - Superliga: Osasco lamenta derrota em casa
Michelle reencontrou a antiga equipe. (Foto: @carol__fotografia)
Osasco São Cristóvão Saúde foi superado pelo Dentil Praia Clube. Na noite desta terça-feira (9), no ginásio José Liberatti, o time de Uberlândia fez 3 sets a 0, parciais de 25/19, 25/21 e 25/22, em 1h27min. Foi o primeiro resultado adverso da equipe do técnico Luizomar na Superliga 21/22, que vai em busca da reabilitação na próxima sexta-feira (12), contra o Curitiba Vôlei, na casa do adversário.
 
Para a ponteira Michelle, a hora é de focar nos treinos para corrigir os erros e retomar o caminho das vitórias, como Osasco fez nas duas primeiras rodadas da Superliga. “O Praia veio com uma estratégia de forçar o saque para tirar as nossas centrais do jogo e anular as bolas rápidas da Fabíola. Com isso, jogamos com o passe quebrado e isso comprometeu nosso ataque, enquanto elas, que têm muito volume, fizeram uma boa partida. Agora é trabalhar para a próxima rodada”, comentou a camisa 10 de Osasco, que marcou 5 pontos. Tifanny, com 19 acertos, foi a maior pontuadora da partida.
 
O jogo – Osasco teve dificuldades na recepção e no ataque e os erros custaram o primeiro set. O Praia manteve a ponta no placar durante toda a parcial inicial e abriu sete pontos no 9/16, momento em que Luizomar gastou seu segundo pedido de tempo (o primeiro foi no 4/8).  A central Fabiana marcou dois pontos seguidos (11/16) e a equipe osasquense seguiu lutando. Na reta final, Tifanny (maior pontuadora do primeiro set, com 6 acertos) atacou no 18/23.Michele ainda marcou no 19/23, mas não conseguiu evitar a vitória das mineiras, que fecharam em 25/19.
 
O segundo set começou equilibrado. Michelle atacou no 6/6. Quando o Praia abriu três pontos (7/10), Luizomar pediu tempo. Como a equipe osasquense estacionou nos sete pontos (7/12), o treinador parou o jogo novamente. Com Kenya em quadra, Rachel Adams atacou pelo meio no 9/15. Fabiana, no bloqueio, diminuiu a diferença (12/17). Tifanny atacou do fundo de quadra no 14/20. Carla subiu no bloqueio simples para fazer 17/21. A ponteira desceu o braço na passagem seguinte e a diferença caiu para três pontos (18/21). Apesar do esforço, o time de Uberlândia venceu por 25/21.
 
Osasco viu o Praia abrir vantagem logo no início do terceiro set (1/6). Osasco encostou no 7/9 após bloqueio de Fabiana. A reação não avançou como o torcedor osasquense gostaria. Kenya, que entrou jogado na terceira parcial, acertou uma rápida bola de segunda no 17/22. Tifanny manteve Osasco vivo ao pontuar no 19/24 na pancada e no 20/24 na largadinha. A oposta voltou a marcar no 21/24. As osasquense não se entregaram e Michelle fez 22/24 na saída de rede. Mas, apesar da luta, o Praia fechou no 25/22 para fazer 3 sets a 0.
 
Jogaram e marcaram para o Osasco São Cristóvão Saúde: Fabíola, Tifanny (19), Rachael Adams (3), Fabiana (9), Michelle (5), Carla (6) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar de Moura. Entrou: Keyla, Kenya (3).
 
Jogaram e marcaram para o Dentil Praia Clube: Claudinha (2), Brayelin Martinez (18), Carol (8), Jineiry Martinez (7), Kasiely (11), Anne (8) e a líbero Suellen. Técnico: Paulo Coco. Entraram: Vanessa Janke.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro