logotipo Melhor do Vôlei
Nacional

Autor Júnior Barbosa Data 19/10/2021 08:37

Vôlei Renata celebra mais um título Paulista

Capa da notícia - Vôlei Renata celebra mais um título Paulista
Foto: Pedro Teixeira
Bicampeão paulista. Assim o Vôlei Renata terminou a noite desta segunda-feira (18). O time campineiro fez valer o fator casa, foi empurrado pela força do Ginásio do Taquaral e derrotou o Vedacit Vôlei Guarulhos, por 3 a 0 (25/21; 25/19 e 25/19). No golden set, foi novamente dominante, fazendo 25 a 17, sem dar chance ao adversário e faturou o título estadual pelo segundo ano seguido.
 
Este foi o primeiro título do Vôlei Renata jogando diante sua torcida. Mais de 1260 torcedores tiveram a oportunidade de ver a história ser escrita no Ginásio do Taquaral. O time campineiro terminou a campanha do estadual invicto em casa, com seis vitórias. Os comandados do técnico Marcos Pacheco não sabem o que é perder dentro de seus domínios há quase nove meses.
 
O Vôlei Renata teve grande jogo coletivo, com todos os titulares pontuando. Os destaques foram o ponteiro Temponi, novidade entre os titulares, e o oposto Evandro, ambos com 16 pontos. Adriano veio logo atrás com 12 e Lucão teve onze. Barreto anotou cinco vezes, sendo dois de bloqueio, e o levantador González teve um.
 
O próximo compromisso do Vôlei Renata é a Superliga Masculina. A equipe estreia contra o Sesi-SP, no sábado (23), às 21h30, no Ginásio do Taquaral, em Campinas.
 
“O time se portou muito bem. O começo foi tenso, nervoso, não tinha como ser diferente pelo nível da partida. Depois com calma, tranquilidade, estrategicamente, jogamos muito bem. Fizemos um jogo agressivo, colocamos eles sob pressão, mantivemos a consistência na virada de bola, forçamos o saque. Mantivemos o padrão nos três sets. Desta forma, conquistamos o direito de ir para o golden set. Tivemos a felicidade de manter o padrão. Botamos o time deles o tempo todo sob pressão, não deixamos eles respirarem em nenhum momento e isso foi fundamental para essa grande conquista”, comenta o técnico Marcos Pacheco.
 
O JOGO – Assim como na primeira partida, o set inicial foi de estudo entre as equipes. Em passagem pelo saque, Evandro quebrou o equilíbrio ao rodar contra-ataque pelo fundo (10 a 7). Os visitantes, no entanto, conseguiram reagir e encostaram no marcador. Depois de pedido de tempo de Pacheco, os campineiros acertaram o ritmo e voltaram a comandar o placar após bloqueio de Lucão em ótima sequência de saque de Barreto (19 a 17). O bloqueio dos donos da casa seguiu funcionando, desta vez, com Temponi (21 a 18). Na reta final, Lucão ainda anotou ace para ampliar a vantagem (24 a 20) e os donos do Taquaral abriram 1 a 0 após erro de saque do adversário: 25 a 21.
 
Em passagem de Adriano pelo saque, no início do segundo set, o Vôlei Renata pressionou o adversário e logo assumiu o controle da parcial após bola de check de Evandro (11 a 7). Apesar das tentativas de reação de Guarulhos, os campineiros não diminuíram o ritmo do serviço e obrigaram o adversário a parar o jogo (14 a 11). Os donos da casa seguiram pressionando e Temponi anotou ace para ampliar o placar (17 a 13). Mantendo o duelo controlado, com Evandro e Adriano firmes na virada de bola, os donos da casa ficaram na boa para fazer 2 a 0 em contra-ataque do ponteiro (20 a 15). Em bola rápida com Lucão, os donos do Taquaral fizeram 25 a 19.
 
Barreto começou o terceiro set fechando a porta do ataque de Guarulhos pelo meio. Com ace, Evandro ampliou a vantagem do Vôlei Renata (6 a 3). O Vôlei Renata soube jogar na frente do placar e não deu chances ao adversário, mantendo a consistência na virada de bola com Barreto e Tempo. Em nova passagem pelo saque, o oposto campineiro fez estrago novamente (21 a 17). Sem deixar de pressionar, os campineiros fecharam o jogo em pipe de Lucão pelo meio-fundo: 25 a 19.
 
GOLDEN SET – A parcial decisiva do Paulista foi de emoção do começo ao fim. Com sistema defensivo sólido, o Vôlei Renata quebrou o equilíbrio do início do set em dois contra-ataques bem aproveitados por Temponi (10 a 7). Empurrado pela torcida, o time campineiro não deu chance ao adversário e ampliou em bloqueio de Barreto (14 a 11). Em passagem de Temponi pelo saque, os donos do Taquaral mataram o jogo. Primeiro, o ponteiro anotou ace, obrigando o adversário a parar o jogo (20 a 16). Vindo do banco, Judson completou a vantagem com belo bloqueio pelo meio (24 a 16). Coube ao central Lucão, em bela largada por cima do bloqueio, fechar o jogo: 25 a 17 e festa no Taquaral.

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro