logotipo Melhor do Vôlei
Especiais

Autor Júnior Barbosa Data 23/05/2021 11:25

Wolosz e a história de sucesso no Conegliano

Capa da notícia - Wolosz e a história de sucesso no Conegliano

Foto: Divulgação


A chegada de Joanna Wolosz no Imoco Volley Conegliano, em 2017, se confunde com a grande fase que o clube vive. Aos 31 anos, a levantadora polonesa é unanimidade e segue como capitã do clube que venceu tudo e todos na Itália e também no continente europeu. Ela era uma das prioridades de renovação, concretizada nos últimos dias.

Asia, como é conhecida por amigos e torcedores, vai para a quinta temporada como Pantera, em um grupo que deve ter poucas modificações. A principal baixa é da norte-americana Kimberly Hill, que deve se aposentar depois da olimpíada de Tóquio. Para o lugar dela, veio a compatriota Megan Courtney (ex-Scandicci). A dobradinha com a poderosa Paola Egonu está mantida.

No Conegliano, Wolosz já faturou três Scudettos, 2 Copas Itália, 3 Supertaças e um Mundial de Clubes. No início de maio, celebrou o inéditro troféu da Champions League, batendo as turcas do Vakifbank no Super Finals.

“Eu nunca pensei, até alguns anos atrás, que seria capaz de ficar em um clube por muitos anos. Tenho uma ligação forte com o Conegliano. Criamos um grupo especial de meninas que estão juntas há muitos anos e nos tornamos amigas na vida. Este é o segredo. Gostamos de estar juntos mesmo fora dos treinos e jogos, isso é uma coisa muito especial. Por isso, ninguém quer ir embora."

Temporada sem derrotas

“Se eu pensar sobre isso, fico arrepiada. De vez em quando, me concentro e penso que vencemos a Champions League. Isso significa que somos campeões europeus em título, também da Itália e do Mundo. É uma sensação fantástica. É uma enorme satisfação estar em uma grande equipe, um clube de jogadores únicos, um trabalho que tem permitido uma série de sucessos que nos orgulha."

https://www.youtube.com/watch?v=IOfK1SgEZCk

Confira outras notícias

Apoio

Parceiro